domingo, 14 de dezembro de 2014

Mês da Ciência


No âmbito do projeto Leituras & Conversas ao Pôr-do-Sol, tem estado a decorrer, na Escola Secundária de Oliveira do Bairro, a exposição Rómulo Gedeão – O Alquimista poeta (re) lembrado, com a qual se pretende divulgar a vida e obra de Rómulo de Carvalho/António Gedeão.
A escolha deste autor prende-se com o facto de a sua obra constituir uma simbiose entre a ciência (Rómulo de Carvalho) e a literatura (António Gedeão), vertentes que irão estar em destaque ao longo da implementação das atividades do projeto.
Esta exposição contempla uma mostra de livros – Rómulo fora de portas- cedida pelo Rómulo Centro de Ciência Viva da Universidade de Coimbra, que estará disponível para empréstimo até 20 de março.
No dia 28 de novembro, comemorou-se no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro (AEOB) a Noite da Ciência, com a palestra Conversas ao pôr-do-sol alusiva ao tema Educação - A ciência e a tecnologia como parte da educação, realizada por Joaquim Almeida, docente do AEOB.
Nesta palestra foram divulgados os projetos/ atividades já desenvolvidos e a desenvolver no âmbito da ciência e dada relevância ao estudo e à motivação como factores determinantes para o desenvolvimento académico dos jovens.
Foi uma noite diferente: a comunidade veio à escola e pôde assistir a uma palestra e à demonstração de experiências nos laboratórios e em outros espaços, visitar uma exposição, observar a lua ao telescópio e degustar alguns pratos elaborados pelos alunos dos Cursos de Restauração e Cozinha.
Esta atividade, que foi do agrado de todos os intervenientes, deveria ser repetida ao longo do ano, pois permite dinamizar e dar a conhecer a escola de forma diferente.

sábado, 13 de dezembro de 2014

O escritor sou eu...


No dia 20 de novembro, o escritor Carlos Carneiro visitou a Escola Secundária de Oliveira do Bairro (ESOB) para falar aos alunos do seu livro “Nunca é tarde”.
Em jeito coloquial, Carlos Carneiro falou das peripécias relatadas no livro, passadas em quarenta países do continente africano, ao volante de uma Renault 4L. Foi uma experiência marcante, não só por lhe ter permitido o reencontro com o seu pai, engenheiro reformado, como também pela convivência com as populações locais e pela partilha de valores em desuso na Europa, nomeadamente, a importância e o respeito atribuído aos idosos.
Foi manifesta a satisfação dos alunos pela oportunidade de conhecerem pessoalmente este escritor, que tem dedicado muito do seu tempo a descobrir outros povos e a narrar nos livros as suas experiências emocionantes.
A biblioteca escolar agradece a disponibilidade e a simpatia demonstradas pelo convidado e espera um dia voltar a contar com a sua presença.